Obama pode anunciar fim de vistos para brasileiros em visita ao Rio de Janeiro

16/03/2011

No domingo (20), o presidente norte-americano discursará na Cinelândia, no centro da capital fluminense, partindo rumo ao Chile na segunda-feira (21)

Citando a oportunidade de aumentar a segurança nacional dos EUA, a competitividade económica e a diplomacia pública, o US Travel Association pediu ao presidente Obama para avaliar as perspectivas de inclusão do Brasil e Chile no programa Visa Waiver (VWP), quando ele visitar a cidade do Rio de Janeiro, neste domingo (20). O VWP permite que empresários e turistas de 36 países participantes visitarem os Estados Unidos por até 90 dias sem obter um visto de visitante não imigrante. O programa facilita e promove as viagens internacionais para os EUA, ao mesmo tempo permitindo que o Departamento de Estado transfira os recursos de triagem de vistos aos países que representam maior risco.

A grande expectativa dos brasileiros, durante a visita do presidente norte-americano, é que ele anuncie duas medidas principais: suspender a obrigatoriedade de vistos aos brasileiros que viajarem aos Estados Unidos e confirmar a ajuda financeira às obras das Olimpíadas 2016, que terão lugar na Cidade Maravilhosa.

Adicionando o Brasil e o Chile no VWP permitiria dobrar a visitação de turistas oriundos desses países, gerando US$ 10.3 bilhões em gastos e apoio a 95.100 empregos nos EUA, de acordo com uma carta para o presidente enviada semana passada por Roger Dow, presidente e CEO do US Travel.

"Visitantes brasileiros gastam em média US$ 5.114 por pessoa nos EUA, o maior gasto entre os top 10 países com mais visitas aos EUA", escreveu Dow.

"Enquanto o fluxo de turistas brasileiros aos EUA tenha melhorado nos últimos anos, ainda permanece abaixo dos 14% de sua quota em 2000. Concorrentes, como Portugal, México, Argentina, Itália e Alemanha têm atraído uma fatia maior desse mercado que o Estados Unidos nos últimos anos, alguns deles apresentando um crescimento de 50% nas chegadas", disse Dow.

O discurso de Obama na Cinelândia deverá começar às 2:00 pm (Horário da Costa Leste dos EUA), entretanto, o acesso à Praça Floriano, nome oficial do local, será liberado às 11:30 am. O discurso terá tradução simultânea para o português. Por questões de segurança, não foi divulgado se o palanque será montado em frente ao tradicional Palácio Municipal.

Antes de sua chegada à Cinelândia, Obama visitará ainda pela manhã o Corcovado e o bairro Cidade de Deus, na região de Jacarepaguá, zona oeste da cidade. Ele está previsto para chegar à capital fluminense na tarde ou noite de sábado, dormindo duas noites na cidade. A sua viagem ao Chile está marcada para segunda-feira (21).

"À medida que as economias do Brasil e Chile continuam a crescer, nós esperamos que a demanda para viajar aos EUA continue", escreveu Dow. "No entanto, sabendo que nossos consulados no Brasil estão mal preparados para atender a demanda atual, temos medo de que ela dificulte a obtenção de um visto para viajar aos EUA, apenas aumentando a desvantagem dos EUA com relação às nações concorrentes que não exigem vistos para viajantes brasileiros e chilenos".

Fonte: brazilianvoice.com


voltar




Veja também


Visto americano é tema em megafeira de turismo Pow Wow - 26/05/2011


Grupo dos EUA pede que Obama libere Brasil e Chile de visto - 17/03/2011


USTA envia carta a Obama e pede Brasil no Visa Waiver - 03/03/2011


Visita de Obama pode ajudar Brasil com Visa Waiver - 03/03/2011


Entidade pede a Obama fim de visto para Brasil - 02/03/2011



Visa Waiver Now - 2017 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Saber